17/01/2017

Entenda como funciona uma ferramenta de busca para montar uma boa estratégia de SEO

ferramentas de busca

O que fazer para pensar em boas estratégias e otimizar o SEO? É preciso entender como funcionam as ferramentas de busca. Essa premissa deve nortear o trabalho no marketing digital, de acordo com o especialista no segmento, Gustavo Bacchin, diretor de operações da Cadastra e um dos speakers convidados no RD Summit 2016.

Na ocasião, Gustavo elencou alguns fatores para o funcionamento de uma ferramenta de busca, focando sua análise no Google, gigante no setor de buscadores que se tornou o principal alvo a ser atingido por muitos – senão todos – profissionais que atuam na área de marketing digital, para garantir visibilidade em suas ações e escalar leads.

Universal Search do Google e a evolução da SERP

Basicamente a Search Engine Results Page, ou SERP, que consiste na página do resultado de busca, baseia-se em três pontos: rastrear, indexar e posicionar, ou seja, fazer com que seu cliente ou sua agência esteja no topo do ranking de resultados apresentados na página.

Porém, como era esperado, nos últimos anos houve uma transformação no modelo comumente conhecido da SERP. Se antigamente os resultados apareciam por meio de links, hoje a universal search mudou completamente o comportamento de cliques e o posicionamento dos sites.

Com a inclusão de recursos como imagens, notícias, vídeos e pequenos textos descritivos na página de resultados, além do já conhecido resultado orgânico com os links, o desafio é outro para se manter relevante e no topo do ranking do Google.

Neste contexto, Gustavo alertou que devemos prestar atenção na forma como o Google posiciona os resultados, pois isso afeta as palavras-chave que serão empregadas para melhorar o ranqueamento. Isso porque o Google está, de uma forma ou de outra, tirando cliques quando coloca outros conteúdos relacionados na página de resultados.

Esse fator é um game changer na dinâmica do marketing digital. Eis, então, a importância em otimizar presença, visibilidade e melhorar a experiência de uma marca em um ecossistema digital composto não só por sites, mas newsletter, redes sociais (cada qual com sua especificidade), etc.

As ações de SEO não terminam quando alcançamos o topo do ranking na SERP. Esse posicionamento deve ser revisto. O Title e Meta devem ser constantemente renovados para manter uma posição relevante na página de busca.

Futuro da busca do SEO

Gustavo pontuou alguns fatores que já estão influenciando o SEO no presente e continuarão a influenciar em um futuro próximo.

  1. Interface da busca: o Google é preditivo, ou seja, ao iniciar a digitação, o sistema oferece algumas opções de busca ao usuário, inclusive por áudio, sendo constantemente otimizado para outros suportes como o Google Glass, smartwatch e carro (touch);
  1. Mobile: é preciso marcar uma presença relevante no mobile. Esse suporte não pode ser mais esquecido já que é o mais utilizado pelos millennials, geração mais populosa e representativa no mundo inteiro, inclusive no mercado de trabalho, segundo dados da pesquisa promovida pelo Pew Research Center. Por isso, as campanhas devem ter um design responsivo para multiplataformas;
  1. Inteligência artificial: irá comandar a busca. A inteligência artificial é o processo no qual as máquinas são programadas para resolver ações e problemas com base na compreensão humana. Por isso, entender o comportamento das pessoas é fundamental para escalar resultados e otimizar as estratégias de SEO, nesse contexto.

Crédito de imagem: 377053/CCO


Sobre o autor

Samira Moratti Frazão

Receba informações
e notícias em seu e-mail

Li e aceito os termos da Política de Privacidade