26/09/2018

3 razões porque empresas de tecnologia devem pensar além do outbound

3 razões porque empresas de tecnologia devem pensar além do outbound

Pensar além do outbound marketing e encontrar uma solução ágil e estratégica é um diferencial e tanto para as empresas de tecnologia. Afinal, comunicar é tão importante quanto é desafiador. E se torna ainda mais em um momento no qual as pessoas estão ativamente procurando informações online, e, ao mesmo tempo, estão igualmente impacientes. Em dados gerais, para uma visão ampla do cenário, 53% dos consumidores não esperam mais do que 3 segundos para um site carregar. É preciso informar, ser rápido e relevante.

Há diversas dúvidas que empresas de tecnologia levantam antes de fazer uma transição  completa de estratégia ou implementar o inbound marketing em conjunto com o outbound. E é um comportamento mais do que esperado. Estamos tratando de vendas complexas, o que demanda um planejamento minucioso da comunicação outbound e, por essa razão, acaba gerando um receio com mudanças. É um processo que requer total atenção desde o primeiro passo. Na atração, falar sobre tecnologias que estão mais distantes do B2C de uma forma que seja descomplicada – e elucidativa – é imprescindível para entrar com eficácia no processo de compras do cliente.

O inbound marketing pode ajudar as empresas de tecnologia de diversas maneiras. O que não significa abandonar o outbound. Mas apostar em uma metodologia que facilita a aproximação dos leads e ainda auxilia na segmentação, fator imprescindível no B2B. Em The Ultimate Sales Machines, Chet Holmes identificou um padrão para o momento de compra de um mercado qualquer. Somente 3% das pessoas está preparada para comprar ou buscando ativamente por opções. O que nos leva para 97% que não são impactados com o marketing de interrupção, pois não estão preparados.

Em outra ponta, temos o marketing de permissão, o inbound marketing. Por meio dele, os 97% passam por um processo de: identificar a persona (de influenciadores até decisores) e fornecer informações relevantes que irão prepará-la para uma abordagem mais comercial. Há um processo estabelecido na jornada de compra. Lá, resumidamente, a pessoa começa com o aprendizado e descoberta, passa para o reconhecimento do problema, chega na consideração de decisão e alcança a decisão de compra. Ou seja, você oferece algo – conhecimento de verdade – para só depois pensar em oferecer seu produto ou serviço. O que faz bastante sentido na era da informação.

3 razões porque empresas de tecnologia devem pensar além do outbound

É um fluxo de pensamento que nos leva para o tema central do artigo, três razões fundamentais para considerar mais do que outbound e aderir ao inbound marketing. Isso analisando do contexto das empresas de tecnologia. São premissas que alicerçam inúmeras possibilidades. São um começo do que é possível ser feito dentro da metodologia inbound. De toda forma, são argumentos que demonstram os motivos de apostar em uma comunicação diferenciada.

1. Impactando mais do que 3%

Se 3% estão prontos para comprar, não se deve ignorar os 97% restantes. No outbound marketing, o processo de atração e decisão de compra do cliente ideal é realizado presencialmente. Após ser estimulado pelo marketing de interrupção, o consumidor deverá entrar em contato com a empresa. O que nos gera a porcentagem menor. Os compradores B2B estão espalhados dentro de uma jornada de compra. Resgatá-los, conversar com eles e educá-los sobre a sua especialidade acontece antes de um contato com um colaborador.

2. Tudo muda, você muda

Em tecnologia, há fatores bastante específicos que forçam mudanças inevitáveis. Há, por exemplo, demandas que surgem e geram um novo produto, um módulo diferente ou a integração de ferramentas. E, algumas vezes, são acontecimentos (e respostas) repentinas. A comunicação deve acompanhar o ritmo. O inbound marketing consegue suprir essa necessidade, por conta da rapidez dos ajustes e a mensuração da estratégia, o que permite que sejam feitos os ajustes para alcançar melhores resultados.

3. Sendo uma referência no segmento

O inbound marketing atua não somente na geração de leads e vendas. Ele é responsável por torná-lo uma referência no segmento de tecnologia. Produzir e oferecer conteúdos atualizados e aprofundados da sua área, não apenas publicidade, fará com que ganhe a confiança e se torne uma fonte de informação para seus leitores, personas e, até mesmo, imprensa.

Quer saber mais das possibilidades que vão além do outbound? No Inbound.tech, mostramos como o inbound marketing pode alavancar os resultados das empresas de tecnologia. Deixe suas dúvidas e comentários!


Sobre o autor

Janine Costa

Olá mundo

Receba informações
e notícias em seu e-mail

Li e aceito os termos da Política de Privacidade